Diplomática do Além

29 de jun de 2010

Polêmica!!!

Médium Chico Xavier influencia decisões judiciais com cartas psicografadas! Você acredita em relatos advindos do além??? Então, abra um pouco a cabeça e leia este post!!

O recente filme lançado sobre o notável médium brasileiro Chico Xavier retrata sua história lembrando de acontecimentos memoráveis. O Pobre menino nasceu no interior de Minas Gerais e teve logo de se acostumar com o preconceito das pessoas que o cercavam, pois para alguns ele possuía um "pacto com o demônio" ou, simplesmente, enchergava coisas que não existiam. Teve até de lamber a ferida de um dos primos para que esta cicatrizasse, tudo isso incentivado pela cruel madrasta.

O mais interessante é que a mãe de Chico Xavier, seu primeiro guia espiritual de fato, o aconselhava sempre para que ele tivesse muita paciência, humildade e caridade. Depois de crescido, o médium teve a aparição de um espírito (Emmanuel), o qual seria seu guia até o dia de seu desencarne, quero dizer, morte. Emmanuel psicografou através de Chico Xavier dezenas de cartas de parentes e entes queridos tratando dos mais variados temas.

Apertem os cintos, ou os caixões, chegamos no ponto chave: Chico Xavier conseguiu, através de suas cartas, a priori mensagens mandadas por espíritos, influenciar três decisões judiciais na justiça brasileira. Estas cartas foram consideradas provas legais e válidas do ponto de vista jurídico para o embasamento e justificativas das decisões dos respectivos juízes. Vamos citar um caso, o qual foi também relatado no filme sobre o médium, que servirá como o exercício proposto.

Henrique Gregoris era um jovem que morava em Goiânia e morreu em virtude de um tiro acidental disparado durante uma brincadeira intitulada roleta russa. O rapaz tinha uma arma, o que deixara sua mãe bastante preocupada. Henrique foi atingido por seu amigo João França. O crime foi registrado pela família como homicídio culposo, ou seja, aquele sem a intenção de matar. Foi aí que Chico Xavier recebeu uma mensagem psicografada por Henrique, onde este fornecia detalhes sobre o crime e também citando trechos de sua vida, os quais só eram de conhecimento de seus pais e dele mesmo. E no fim da carta o jovem afirmou categoricamente: "Diga a minha mãe que pare de mover este processo contra João França, ele é inocente e isto está atrapalhando meu crescimento espiritual."

Vale ressaltar também que as cartas psicografadas por Chico Xavier tinham e têm até hoje as caligrafias usuais dos espíritos que as escreveram e também as assinaturas como provas de autenticidade.

Vamos agora analisar!
1) A carta apresentada ao juiz e psicografada pelo suposto espírito de Henrique pode ser considerada verídica e autêntica tendo em vista a assinatura deste e a narração de fatos verídicos acontecidos em sua vida, ou não? Justifique.

2) Quem seria o sujeito acumulador destes documentos no caso Henrique Gregoris?
Quais funções tipológicas estas cartas(referentes ao caso)poderiam assumir? Explique.

3) Você acredita que de fato, vários outros crimes possam ser resolvidos desta forma, a partir do relato dos espíritos das vítimas ou a sociedade ainda não está preparada para esta inovação???

Gostariamos que equipe respondesse este exercício em seus respectivos blogs, mas também deêm, por favor, seus pitacos por aqui!

PS: Chico Xavier não parou por aí, continuou influenciando vários outros casos pelo país. Leia mais neste blog: imagemdearquivo.blogspot.com , o qual foi elaborado também através da disciplina de Diplomática e Tipologia Documental.

Desde já agradecemos a sua resposta sobrenatural!

10 comentários:

Fabi disse...

E depois de tudo isso...


Vc acredita em vida após a morte???

:D

Márcio de Araujo Matos disse...

Com certeza...

Matheus Brito disse...

O grupo Liva Gai, é só uma brincadeira gentem!! XD

Recomeçando o grupo Liga, vai, nos ligou e disse que respondeu nossas indagações em:

http://amigosdadiplomatica.blogspot.com/2010/06/diplomatica-do-alem.html

Elizabeth Maia disse...

Esse Rodrigo Chatô gosta de ver a lenha na fogueira! rs... Isso dá pano pra manga! Parece as discussões que seu xará Rodrigo Frotes gosta de levantar. Parabéns. Beijos a toda equipe dos meus lindos ex-pupilos!

Rodrigo Fortes disse...

Beth, quem é Rodrigo Frotes? rs.. Frota? Esse cara é foda mesmo. rsss.
bjs.

Matheus Brito disse...

Beth, aproveita e responde aí as indagações!!

Beijokas

Lara disse...

Que desafio legal!^^

Marina Garcia disse...

Olá colegas do Diploarte, já postamos no nosso blog a atividade proposta por vocês. Para facilitar vcs podem entrar no link: http://escoteirosdiplomaticos.blogspot.com/2010/07/desafio-diplomatica-do-alem.html

até a aula!!

Álica Dias disse...

Encontre a resposta do desafio em nosso blog Imagem e Ação!
http://imagemacaodiplomatica.blogspot.com/2010/07/diplomatica-do-alem.html

Matheus Brito disse...

Valeu por participarem galera!! Ficamos felizes com a discussão!!
Equipe Diploarte

Postar um comentário

 
Diploarte © 2010